Re: voluntário para tradução pt_BR

Clauzio Perpétuo clauzio at yahoo.com.br
Mon Jul 10 23:54:28 CDT 2006


Sem desculpas. Não há o que se desculpar. :-)

Também aproveito este para perguntar qual editor de docbook estão
usando e qual a configuração dele. Tentei alguns que não deram certo,
pois, sempre tentam alterar a identação do arquivo original e o diff
fica enorme. Apelei para o bom e velho gvim.

Index: ch02.xml
===================================================================
--- ch02.xml    (revisão 2292)
+++ ch02.xml    (cópia de trabalho)
@@ -1,18 +1,20 @@
 <chapter id="svn.basic">
-  <title>Basic Concepts</title>
+  <title>Conceitos Básicos</title>

   <simplesect>
-    <para>This chapter is a short, casual introduction to Subversion.
-      If you're new to version control, this chapter is definitely for
-      you.  We begin with a discussion of general version control
-      concepts, work our way into the specific ideas behind
-      Subversion, and show some simple examples of Subversion in
-      use.</para>
+    <para>Este capítulo é uma breve introdução, eventual ao
+      Subversion. Se você é um principiante em relação ao tema
+      controle de versão, este capítulo é definitivamente escrito para
+      você. Começaremos discutindo as máximas sobre controle de
+      versão, seguiremos com os conceitos específicos por trás do
+      Subversion, e mostraremos alguns exemplos simples dele em
+      ação.</para>

-    <para>Even though the examples in this chapter show people sharing
-      collections of program source code, keep in mind that Subversion
-      can manage any sort of file collection—it's not limited to
-      helping computer programmers.</para>
+    <para>Embora os exemplos deste capítulo mostrem pessoas
+      compartilhando coleções de códigos fonte, tenha em mente que o
+      Subversion pode gerenciar qualquer coleção de arquivos—Não
+      é destinado apenas aos programadores de sistemas de
+      computador.</para>
   </simplesect>


@@ -20,45 +22,42 @@
   <!-- ================================================================= -->
   <!-- ================================================================= -->
   <sect1 id="svn.basic.repository">
-    <title>The Repository</title>
+    <title>O Repositório</title>

-    <para>Subversion is a centralized system for sharing information.
-      At its core is a repository, which is a central store of data.
-      The repository stores information in the form of a
-      <firstterm>filesystem tree</firstterm>—a typical hierarchy
-      of files and directories.  Any number of
-      <firstterm>clients</firstterm> connect to the repository, and
-      then read or write to these files.  By writing data, a client
-      makes the information available to others; by reading data, the
-      client receives information from others.  <xref
-      linkend="svn.basic.repository.dia-1"/> illustrates this.</para>
+    <para>Subversion é um sistema centralizado para compartilhamento de
+      informações. Em seu núcleo está o repositório, qual um centro
+      armazenador de dados. O repositório guarda as informações na
+      forma de <emphasis>árvore de sistemas de arquivos</emphasis>
+      —uma típica hierarquia de arquivos e diretórios. Qualquer
+      número de <emphasis>clientes</emphasis> podem se conectar, e então
+      ler e escrever nestes arquivos. Escrevendo, um cliente coloca as
+      informações disponíveis para os outros; Lendo, ele recebe as
+      informações de outros. <xref
+      linkend="svn.basic.repository.dia-1"/> ilustra isto.</para>

     <figure id="svn.basic.repository.dia-1">
-      <title>A typical client/server system</title>
+      <title>Um sistema cliente/servidor típico</title>
       <graphic fileref="images/ch02dia1.png"/>
     </figure>

-    <para>So why is this interesting?  So far, this sounds like the
-      definition of a typical file server.  And indeed, the repository
-      <emphasis>is</emphasis> a kind of file server, but it's not your
-      usual breed.  What makes the Subversion repository special is
-      that <emphasis>it remembers every change</emphasis> ever written
-      to it: every change to every file, and even changes to the
-      directory tree itself, such as the addition, deletion, and
-      rearrangement of files and directories.</para>
+    <para>Então, o que tem isto de interessante? Olhando assim, parece a
+      definição de um simples servidor de arquivos. E claramente, o
+      <emphasis>é</emphasis>, mas não apenas. O que o faz especial é a
+      sua <emphasis>capacidade de lembrar-se de todas as alterações
+      </emphasis> gravadas: qualquer modificação nos arquivos, inclusive
+      na árvore de diretórios, como adição, remoção e reorganização dos
+      mesmos.</para>

-    <para>When a client reads data from the repository, it normally
-      sees only the latest version of the filesystem tree.  But the
-      client also has the ability to view
-      <emphasis>previous</emphasis> states of the filesystem.  For
-      example, a client can ask historical questions like, <quote>What
-      did this directory contain last Wednesday?</quote> or <quote>Who
-      was the last person to change this file, and what changes did
-      he make?</quote> These are the sorts of questions that are at
-      the heart of any <firstterm>version control system</firstterm>:
-      systems that are designed to record and track changes to data
-      over time.
-    </para>
+    <para>Quando um cliente lê os dados do repositório, normalmente vê
+      apenas a última versão gravada na árvore do sistema de arquivos.
+      Mas também tem a possibilidade de ver quaisquer dos estados
+      <emphasis>anteriores</emphasis>. Por exemplo, pode-se fazer
+      perguntas ao histórico como, "o que foi feito neste diretório na
+      última quarta-feira?" ou "quem foi a última pessoa que alterou
+      este arquivo, e que mudanças fez?" Estas são algumas das perguntas
+      que podem ser feitas a qualquer <emphasis>sistema de controle de
+      versão</emphasis>: sistemas projetados para guardar e gerenciar as
+      transformações ocorridas, em dados com o passar do tempo.</para>
   </sect1>

   <!-- ================================================================= -->

-- 
Clauzio 'KlauX' Perpétuo

"Computers are like air-conditioners.
  They stop working when you open windows."




More information about the svn-pt_br mailing list