A todos

Blabos de Blebe blabos at gmail.com
Sat May 10 21:51:18 CDT 2008


Eu to até envergonhado por estar atrazado com o cronograma que
prometi, mas to voltando à ativa.

Mais e mais eu vejo o quanto é caro o tempo que cada um dedica a este
projeto. Apesar de ser um trabalho voluntário, é uma responsabilidade.
E como toda responsabilidade, é algo custoso de se manter. Antes,
apesar de respeitar e depender dela, eu mesmo via a tradução como um
dos trabalhos menos importantes dentro do software livre. Eu estava
errado. Decidi me juntar ao grupo porque achava que tinha pouco tempo
pra codificar, mas tinha tempo pra traduzir. Eu estava errado. É um
trabalho tão custoso quanto qualquer codificação. Só depois de começar
a fazer parte da tradução, e sentir a responsabilidade, é que eu fui
entender.

No final, me esqueci de quando eu não conhecia inglês técnico e ficava
boiando em tudo. Me esqueci de quando pedia ajuda na internet e as
outras pessoas riam de mim por eu perguntar sobre manuais me portugês.
E finalmente percebi que estava me tornando um deles...

"Como seria possível alguém no ramo de tecnologia não saber no mínimo
inglês técnico? Agora que eu sei, todos deveriam nascer sabendo!"

Mas fui descendo do meu palco e caindo na real. Várias pessoas hoje,
precisam de traduções. Quem sabe quantos gênios estão desmotivados por
esse país afora, por não poderem ler uma documentação técnica? Quanto
e quanto estamos perdendo com isso, permitindo que outras pessoas
batam nos mesmo obstáculos que nós um dia batemos?

Eu cheguei a ouvir que "qualquer ameba faz tradução", e acho que se eu
não tivesse fazendo parte de um grupo de tradução, não teria ficado
tão ofendido como fiquei. Por essas e outras, eu agradeço a todos no
grupo por esta oportunidade de evoluir, e de me tornar uma pessoa
melhor. Agradeço a todos por estarem dedicando momentos caros de suas
vidas a este trabalho que cada vez mais me enche de orgulho.

Eu aproveitei para dar uma lida no PDF com a tradução parcial do livro
e me senti bastante emocionado ao ver meu próprio trabalho ali, como
uma parte de um todo que está pouco a pouco tomando forma. A pesar de
não ter filhos, to me sentindo um pai coruja ao ver o projeto
crescendo e amadurecendo. :)

Bom, enfim, agradeço a todos e vamos em frente.

Abraços a todos




More information about the svn-pt_br mailing list