[svnbook-pt-br commit] r294 - trunk/book

codesite-noreply at google.com codesite-noreply at google.com
Sun Nov 23 16:34:10 CST 2008


Author: mfandrade
Date: Sun Nov 23 14:33:56 2008
New Revision: 294

Modified:
    trunk/book/ch07-customizing-svn.xml

Log:
Revisão ortográfica automatizada (via aspell) do capítulo 7 - Customizando  
sua Experiência com o Subversion.

Modified: trunk/book/ch07-customizing-svn.xml
==============================================================================
--- trunk/book/ch07-customizing-svn.xml	(original)
+++ trunk/book/ch07-customizing-svn.xml	Sun Nov 23 14:33:56 2008
@@ -3,11 +3,11 @@

    <para>Controle de versão pode ser um tema complexo, assim como
        arte ou ciência, e oferecer variadas maneiras fazer as
-      coisas. Através desse livro você leu sobre vários sub-comandos
+      coisas. Através desse livro você leu sobre vários subcomandos
        do cliente de linha de comando e as opções para modificar
        seu comportamento. Nesse capítulo, vamos dar uma olhada
        e mais maneiras de customizar o jeito que o Subversion
-      trabalha para você—setando as configurações em
+      trabalha para você—definindo as configurações em
        tempo de execução, usando ajuda de aplicações externas,
        a interação do Subversion com as configurações locais do
        sistema operacional, e assim por diante.</para>
@@ -167,7 +167,7 @@
        <para>Adicionalmente, o registro do Windows não suporta a noção de
          algo sendo <quote>comentado</quote>.  No entanto, o Subversion
          irá ignorar quaisquer opções cujos nome da chave comece com um
-        caracter de cerquilha (<literal>#</literal>).  Na prática,
+        caractere de cerquilha (<literal>#</literal>).  Na prática,
          efetivamente isto permite que você comente uma opção do
          Subversion sem remover a chave inteira do registro, o que
          obviamente simplifica o processo de restaurar tal opção.</para>
@@ -231,10 +231,10 @@
          <filename>.reg</filename> que contém algumas das opções de
          configuração mais comuns e seus valores padrão.  Note a presença
          tanto de configurações em nível de sistema (para opções
-        relacionadas a proxies de rede) e configurações específicar por
+        relacionadas a proxies de rede) e configurações específicas por
          usuário (programa editor de texto e armazenamento de senhas,
          entre outras).  Também note que todas as opções estão
-        efetivamente comentadas.  Você precisa apenas remover o caracter
+        efetivamente comentadas.  Você precisa apenas remover o caractere
          de cerquilha (<literal>#</literal>) do começo dos nomes das
          opções, e definir os valores como você quiser.</para>

@@ -384,7 +384,7 @@
              <listitem>
                <para>Isto é uma lista de caminhos delimitada por
                  pontos-e-vírgulas, para os arquivos que contenham
-                certificados das autoridades certificadoras (os CAs) que
+                certificados das autoridades certificadoras (as ACs) que
                  são aceitas pelo cliente Subversion quando acessando
                  repositórios sob HTTPS.</para>
              </listitem>
@@ -394,7 +394,7 @@
              <listitem>
                <para>Defina esta variável para <literal>yes</literal> se
                  você quer que o Subversion confie automaticamente no
-                conjunto padrão de CAs que vêm com o OpenSSL.</para>
+                conjunto padrão de ACs que vêm com o OpenSSL.</para>
              </listitem>
            </varlistentry>
            <varlistentry>
@@ -439,7 +439,7 @@
            Subversion, estas não relacionadas à conexão de rede.  Há
            apenas algumas poucas opções em uso até o momento em que este
            livro estava sendo escrito, mas elas ainda são agrupadas em
-          seções na expectativa para adicões futuras.</para>
+          seções na expectativa para adições futuras.</para>

          <para>A seção <literal>auth</literal> contém configurações
            relacionadas à autenticação e autorização no Subversion no
@@ -471,7 +471,7 @@
                  habilita ou desabilita o cache em disco de
                  <emphasis>todas</emphasis> as informações de
                  autenticação: nomes de usuário, senhas, certificados de
-                servidor, e quaisquer outros tipos de crendenciais
+                servidor, e quaisquer outros tipos de credenciais
                  armazenáveis.</para>
              </listitem>
            </varlistentry>
@@ -593,7 +593,7 @@
                <para>Ao executar o comando <command>svn status</command>,
                  o Subversion lista arquivos e diretórios não-versionados
                  juntamente com os versionados, marcando-os com um
-                caracter <literal>?</literal> (veja <xref
+                caractere <literal>?</literal> (veja <xref
                  linkend="svn.tour.cycle.examine.status" />).  Algumas
                  vezes, pode ser chato ficar sempre vendo itens
                  não-versionados, desinteressantes—por exemplo,
@@ -667,14 +667,14 @@
                  registros de tempo de arquivos na cópia de trabalho que
                  reflitam a última vez em que eles foram modificados no
                  repositório.  O comando <command>svn export</command>
-                sempre pôe estes <quote>registros de tempo do último
+                sempre põe estes <quote>registros de tempo do último
                  commit</quote> nas árvores geradas por ele.  Ao definir
                  esta variável de configuração para
                  <literal>yes</literal>, os comandos <command>svn
                  checkout</command>, <command>svn update</command>,
                  <command>svn switch</command>, e <command>svn
                  revert</command> passarão a registrar momentos de tempo
-                dos commands de último commit nos arquivos que
+                dos comandos de último commit nos arquivos que
                  manipularem.</para>
              </listitem>
            </varlistentry>
@@ -848,10 +848,10 @@
          conteúdo.</para>

        <sidebar>
-        <title>Erros de conversão de conjuntos de caracter</title>
+        <title>Erros de conversão de conjuntos de caractere</title>

          <para>Quando estiver usando o Subversion, você pode receber um erro
-          relacionado a conversões de conjuntos de carecter:</para>
+          relacionado a conversões de conjuntos de caractere:</para>

          <screen>
  svn: Can't convert string from native encoding to 'UTF-8':
@@ -935,7 +935,7 @@
        sua localização no sistema—e não o conjunto de opções,
        parâmetros, ordem, etc.  O Subversion continua incluindo todas
        essas opções de utilitários GNU à sua ferramenta externa de
-      diferenciação independemente se o programa em questão pode
+      diferenciação independentemente se o programa em questão pode
        entender tais opções ou não.  E é aqui que as coisas deixam de ser
        intuitivas para a maioria dos usuários.</para>

@@ -951,7 +951,7 @@
      <note>
        <para>A decisão sobre quando disparar uma diferenciação ou fusão
          contextual como parte de uma operação maior do Subversion é
-        feita inteiramente pelo Subversion, e é efetada por, entre
+        feita inteiramente pelo Subversion, e é afetada por, entre
          outras coisas, se os arquivos em questão sobre os quais o
          sistema estiver operando estiver ou não em um formato legível
          por humanos como determinado a partir de sua propriedade
@@ -983,7 +983,7 @@
          plano</quote>), você pode ter diversas instâncias todas
          executando simultaneamente.  E finalmente, o Subversion espera
          que seu programa retorne um código de erro igual a 1 se seu
-        programa tiver encontrado quaisuqer diferenças, ou 0 em caso
+        programa tiver encontrado quaisquer diferenças, ou 0 em caso
          contrário—qualquer outro código resultante é considerado
          como um erro fatal.
          <footnote>
@@ -1076,7 +1076,7 @@
          e <xref linkend="svn.advanced.externaldifftools.diff3.ex-2"/>
          são modelos para scripts encapsuladores para ferramentas de
          fusão de texto externas, em formato de arquivos shell Bourne e
-        batche do Windows, respectivamente.</para>
+        batch do Windows, respectivamente.</para>

        <example id="svn.advanced.externaldifftools.diff3.ex-1">
          <title>diff3wrap.sh</title>


More information about the svn-pt_br mailing list