[svnbook-pt-br commit] r295 - trunk/book

codesite-noreply at google.com codesite-noreply at google.com
Sun Nov 23 19:57:50 CST 2008


Author: mfandrade
Date: Sun Nov 23 17:56:49 2008
New Revision: 295

Modified:
    trunk/book/ch09-reference.xml

Log:
Revisão ortográfica automatizada PARCIAL (via aspell) do capítulo 9 -  
Referência Completa do Subversion.

Modified: trunk/book/ch09-reference.xml
==============================================================================
--- trunk/book/ch09-reference.xml	(original)
+++ trunk/book/ch09-reference.xml	Sun Nov 23 17:56:49 2008
@@ -3,7 +3,7 @@

    <para>Este capítulo tem a intenção de ser uma referência completa
        para o uso do Subversion. Ele inclui o comando  
(<command>svn</command>)
-      e todos os seus sub-comandos, assim como programas de administração
+      e todos os seus subcomandos, assim como programas de administração
        de repositório (<command>svnadmin</command> e  
<command>svnlook</command>)
        e seus respectivos sub-comandos.</para>

@@ -87,7 +87,7 @@
              <para>Especifica um programa externo a ser usado para exibir
                diferenças entre arquivos.  Quando <command>svn
                diff</command> é invocado sem esta opção, ele usa o
-              mecanismo de diff interno do Subversion, que exib diffs
+              mecanismo de diff interno do Subversion, que exibe diffs
                unificados por padrão.  Se você quiser usar um programa
                diff externo, use <option>--diff-cmd</option>.  Você pode
                passar opções para o programa diff com a opção
@@ -147,7 +147,7 @@
              <para>Especifica um argumento ou argumentos que o Subversion
                deve passar para um comando diff externo.  Esta opção é
                valida apenas quando usada com os comando <command>svn
-              diff</command> or <command>svn merge</command>, com a
+              diff</command> ou <command>svn merge</command>, com a
                opção <option>--diff-cmd</option>.  Se você quiser passar
                argumentos múltiplos, você deve delimitá-los todos entre
                aspas duplas (por exemplo, <command>svn diff --diff-cmd
@@ -175,7 +175,7 @@
            <listitem>
              <para>Força a execução de um comando ou operação
                específicos.  Há algumas operações em que o Subversion irá
-              impedí-lo de prosseguir, em sua utilização normal, mas você
+              impedi-lo de prosseguir, em sua utilização normal, mas você
                pode passar a opção force para dizer ao Subversion
                <quote>Eu sei o que estou fazendo, bem como as possíveis
                consequências disto, então deixe-me fazê-lo</quote>.  Esta
@@ -214,7 +214,7 @@
            </term>
            <listitem>
              <para>Se usado com um ou mais subcomandos, mostra o texto de
-              ajuda pré-existente para cada subcomando.  Se usado
+              ajuda preexistente para cada subcomando.  Se usado
                sozinho, exibe o texto de ajuda geral para o cliente
                Subversion.</para>
            </listitem>
@@ -334,7 +334,7 @@
          <varlistentry>
            <term><option>--no-unlock</option></term>
            <listitem>
-            <para>Não destava arquivos automaticamente (o comportamento
+            <para>Não destrava arquivos automaticamente (o comportamento
                padrão é destravar todos os arquivos listados como parte
                de um commit).  Veja <xref
                linkend="svn.advanced.locking"/> para mais
@@ -653,7 +653,7 @@
              controle de versão.  Algumas vezes, no entanto, você pode
              querer adicionar quaisquer objetos não-versionados em sua
              cópia de trabalho, incluindo os que estiverem escondidos
-            mais produndamente na árvore de diretórios.  Passar a opção
+            mais profundamente na árvore de diretórios.  Passar a opção
              <option>--force</option> faz com que o <command>svn
              add</command> aja recursivamente também nos diretórios
              versionados:
@@ -774,7 +774,7 @@
              5, você terá de verificar exatamente o que a revisão mudou
              para ter certeza de que Harry tenha mudado o
              <emphasis>context</emphasis> da linha—ele pode ter
-            apenas ajustad espaços em branco, p.ex.
+            apenas ajustado espaços em branco, p.ex.
            </para>
          </refsect1>
        </refentry>
@@ -928,7 +928,7 @@
          <refsect1>
            <title>Exemplos</title>

-          <para>Carrega um acópia de trabalho dentro de subdiretório
+          <para>Carrega uma cópia de trabalho dentro de subdiretório
              chamado <filename>mine</filename>:</para>

            <screen>
@@ -956,7 +956,7 @@
  </screen>

            <para>Carrega dois diretórios diferentes para duas cópias de
-            trabalho separadas, mas pôe ambas dentro de um diretório
+            trabalho separadas, mas põe ambas dentro de um diretório
              chamado <filename>working-copies</filename>:</para>

            <screen>
@@ -1188,7 +1188,7 @@

            <para>Submete uma modificação no arquivo
              <filename>foo.c</filename> (explicitamente especificado na
-            linha de comando) com a mensagem de log contina em um
+            linha de comando) com a mensagem de log contida em um
              arquivo chamado <literal>msg</literal>:</para>

            <screen>
@@ -1801,7 +1801,7 @@

            <para>Use <option>--diff-cmd</option>
              <replaceable>CMD</replaceable> <option>-x</option> para
-            passar argumentos dirtamente para o programa diff
+            passar argumentos diretamente para o programa diff
              externo</para>

            <screen>
@@ -2063,7 +2063,7 @@
              <filename>trunk/misc</filename> em seu repositório.  O
              diretório <filename>trunk/misc</filename> não precisa
              existir antes da operação—<command>svn
-            import</command> irá criár diretórios recursivamente para
+            import</command> irá criar diretórios recursivamente para
              você.</para>

            <screen>
@@ -2576,7 +2576,7 @@

            <para>Você pode ver as mensagens de log para todos os caminhos
              que sofreram alterações em sua cópia de trabalho, executando
-            <command>svn log</command> a partir da raíz da mesma:</para>
+            <command>svn log</command> a partir da raiz da mesma:</para>

            <screen>
  $ svn log
@@ -2678,7 +2678,7 @@
  ------------------------------------------------------------------------
  </screen>

-          <para>Você pode evitar a bangunça das duplas linhas tracejadas
+          <para>Você pode evitar a bagunça das duplas linhas tracejadas
              em sua saída usando a opção incremental:</para>


@@ -2715,7 +2715,7 @@

              <para>Isto apenas significa que aquele caminho não foi
                modificado naquela revisão.  Se você obtiver o log a
-              partir da raíz do repositório, ou souber o arquivo que foi
+              partir da raiz do repositório, ou souber o arquivo que foi
                alterado naquela revisão, você pode especificá-lo
                explicitamente:</para>

@@ -2902,12 +2902,12 @@

          <refsect1>
            <title>Altera</title>
-          <para>Working copy, repository if operating on a URL</para>
+          <para>Cópia de trabalho, repositório se executando sobre uma  
URL</para>
          </refsect1>

          <refsect1>
            <title>Acessa o Repositório</title>
-          <para>Only if operating on a URL</para>
+          <para>Apenas se executando sobre uma URL</para>
          </refsect1>

          <refsect1>
@@ -3248,7 +3248,7 @@
              versionada de um item ou itens em sua cópia de trabalho,
              enquanto que a segunda exibe propriedades remotas
              não-versionadas em uma revisão de repositório.  Veja <xref
-            linkend="svn.advanced.props"/> para mais informaçoes sobre
+            linkend="svn.advanced.props"/> para mais informações sobre
              propriedades.</para>
          </refsect1>

@@ -3418,12 +3418,12 @@

            <para>Define <replaceable>PROPNAME</replaceable> para
              <replaceable>PROPVAL</replaceable> em arquivos, diretórios,
-            ou revisões files, directories, or revisions.  O primeiro
-            exemplo cria uma modificação numa propriedade local,
-            versionada, na cópia de trabalho; e o segundo cria uma
-            modificação numa propriedade remota, não-versionada, em uma
-            revisão de repositório (<replaceable>TARGET</replaceable>
-            apenas determina que repositório acessar).</para>
+            ou revisões.  O primeiro exemplo cria uma modificação numa
+            propriedade local, versionada, na cópia de trabalho; e o
+            segundo cria uma modificação numa propriedade remota,
+            não-versionada, em uma revisão de repositório
+            (<replaceable>TARGET</replaceable> apenas determina que
+            repositório acessar).</para>

            <tip>
              <para>O Subversion tem um conjunto de propriedades
@@ -3562,7 +3562,7 @@
              resolve marcadores de conflito semanticamente; ele apenas
              remove os arquivos auxiliares relacionados ao conflito e
              permite que o <replaceable>PATH</replaceable> possa ser
-            submetido novamente; isto é, ele informa ao Subevrsion que
+            submetido novamente; isto é, ele informa ao Subversion que
              o conflito foi <quote>resolvido</quote>.  Leia <xref
              linkend="svn.tour.cycle.resolve"/> para uma visão mais
              aprofundada sobre resolução de conflitos.</para> </refsect1>
@@ -3724,7 +3724,7 @@
  </screen>

            <warning>
-            <para>O <command>svn revert</command> instrinsecamente
+            <para>O <command>svn revert</command> intrinsecamente
                perigoso, já que todo o seu propósito é descartar
                dados—especificamente, modificações não submetidas
                ao repositório.  Uma vez que você tenha feito uma
@@ -3764,14 +3764,14 @@

            <para>Exibe informação sobre o estado de arquivos e diretórios
              na cópia de trabalho.  Sem argumentos, o comando exibe
-            apenas os items modificados localmente (sem acesso ao
+            apenas os itens modificados localmente (sem acesso ao
              repositório).  Com <option>--show-updates</option>, ele
              adiciona informação sobre a revisão de trabalho e
              informações defasadas de servidor.  Com
              <option>--verbose</option>, exibe informações completas
              sobre revisão de cada item.</para>

-          <para>As primeiras seis colunas na saída têm um caracter de
+          <para>As primeiras seis colunas na saída têm um caractere de
              largura cada, e cada coluna lhe dá informação sobre
              diferentes aspectos de cada item na cópia de
              trabalho.</para>
@@ -3932,14 +3932,14 @@
              <varlistentry>
                <term>' '</term>
                <listitem>
-                <para>O histório não está agendado para submissão.</para>
+                <para>O histórico não está agendado para submissão.</para>
                </listitem>
              </varlistentry>

              <varlistentry>
                <term>'+'</term>
                <listitem>
-                <para>O histório está agendado para submissão.</para>
+                <para>O histórico está agendado para submissão.</para>
                </listitem>
              </varlistentry>

@@ -4042,7 +4042,7 @@
              <varlistentry>
                <term>'*'</term>
                <listitem>
-                <para>Uma nova resivão do item existe no servidor.</para>
+                <para>Uma nova revisão do item existe no servidor.</para>
                </listitem>
              </varlistentry>

@@ -4453,7 +4453,7 @@
              trabalho.</para>

            <para>Para cada item atualizado, o comando exibe uma linha que
-            inicia com um caracter informando a ação tomada.  Estes
+            inicia com um caractere informando a ação tomada.  Estes
              caracteres têm o seguinte significado:</para>

            <variablelist>
@@ -4495,7 +4495,7 @@

            </variablelist>

-          <para>Um caracter na primeira coluna significa uma atualização
+          <para>Um caractere na primeira coluna significa uma atualização
              no arquivo atual, que atualizou as propriedades do arquivo
              mostradas na segunda coluna.</para>
          </refsect1>


More information about the svn-pt_br mailing list