[svnbook-pt-br commit] r212 - trunk/book

codesite-noreply at google.com codesite-noreply at google.com
Mon Oct 13 21:36:48 CDT 2008


Author: mfandrade
Date: Mon Oct 13 19:35:57 2008
New Revision: 212

Modified:
    trunk/book/appc-webdav.xml

Log:
Tradução texto inicial do arquivo apêndice C, "WebDAV e Autoversionamento".

Modified: trunk/book/appc-webdav.xml
==============================================================================
--- trunk/book/appc-webdav.xml	(original)
+++ trunk/book/appc-webdav.xml	Mon Oct 13 19:35:57 2008
@@ -1,106 +1,112 @@
  <appendix id="svn.webdav">
-  <title>WebDAV and Autoversioning</title>
+  <title>WebDAV e Autoversionamento</title>

-  <para>WebDAV is an extension to HTTP, and is growing more and more
-    popular as a standard for file-sharing.  Today's operating systems
-    are becoming extremely Web-aware, and many now have built-in
-    support for mounting <quote>shares</quote> exported by WebDAV
-    servers.</para>
-
-  <para>If you use Apache as your Subversion network server, then to
-    some extent you are also running a WebDAV server.  This appendix
-    gives some background on the nature of this protocol, how
-    Subversion uses it, and how well Subversion interoperates with
-    other software that is WebDAV-aware.</para>
+  <para>WebDAV é uma extensão do HTTP, e está se tornando cada vez mais
+    popular como um padrão para compartilhamento de arquivos.  Hoje em
+    dia, os sistemas operacionais estão se tornado extremamente
+    relacionados à Web, e muitos agora têm suporte para montar
+    <quote>compartilhamentos</quote> exportados por servidores
+    WebDAV.</para>
+
+  <para>Se você usa o Apache como seu servidor de rede para o
+    Subversion, então para algumas extensões você também deve estar
+    executando um servidor WebDAV.  Este apêndice oferece algum suporte
+    sobre a natureza deste protocolo, como o Subversion o utiliza, e o
+    quão boa é a interoperabilidade do Subversion com outros softwares
+    relacionados com o WebDAV.</para>


    <!-- =================================================================  
-->
    <!-- =================================================================  
-->
    <!-- =================================================================  
-->
    <sect1 id="svn.webdav.basic">
-    <title>What is WebDAV?</title>
+    <title>O que é WebDAV?</title>

-    <para><firstterm>DAV</firstterm> stands for <quote>Distributed
-      Authoring and Versioning</quote>.  RFC 2518 defines a set of
-      concepts and accompanying extension methods to HTTP 1.1 that
-      make the web into a more universal read/write medium.  The basic
-      idea is that a WebDAV-compliant web server can act like a
-      generic file server; clients can <quote>mount</quote> shared
-      folders over HTTP that behave much like other network
-      filesystems (such as NFS or SMB.)</para>
-
-    <para>The tragedy, though, is that despite the acronym, the RFC
-      specification doesn't actually describe any sort of version
-      control.  Basic WebDAV clients and servers assume only one
-      version of each file or directory exists, and can be repeatedly
-      overwritten.</para>
-
-    <para>Because RFC 2518 left out versioning concepts, another
-      committee was left with the responsibility of writing RFC 3253 a
-      few years later.  The new RFC adds versioning concepts to
-      WebDAV, placing the <quote>V</quote> back in <quote>DAV</quote>
-      — hence the term <quote>DeltaV</quote>.  WebDAV/DeltaV
-      clients and servers are often called just <quote>DeltaV</quote>
-      programs, since DeltaV implies the existence of basic
-      WebDAV.</para>
-
-    <para>The original WebDAV standard has been widely successful.
-      Every modern computer operating system has a general WebDAV
-      client built-in (details to follow), and a number of popular
-      standalone applications are also able to speak WebDAV—
-      Microsoft Office, Dreamweaver, and Photoshop to name a few.  On
-      the server end, the Apache webserver has been able to provide
-      WebDAV services since 1998 and is considered the de-facto
-      open-source standard.  There are several other commercial WebDAV
-      servers available, including Microsoft's own IIS.</para>
-
-    <para>DeltaV, unfortunately, has not been so successful.  It's
-      very difficult to find any DeltaV clients or servers.  The few
-      that do exist are relatively unknown commercial products, and
-      thus it's very difficult to test interoperability.  It's not
-      entirely clear as to why DeltaV has remained stagnant.  Some
-      argue that the specification is just too complex, others argue
-      that while WebDAV's features have mass appeal (even the least
-      technical users appreciate network file-sharing), version
-      control features aren't interesting or necessary for most users.
-      Finally, some have argued that DeltaV remains unpopular because
-      there's still no open-source server product which
-      implements it well.</para>
-
-    <para>When Subversion was still in its design phase, it seemed
-      like a great idea to use Apache as a network server.  It already
-      had a module to provide WebDAV services.  DeltaV was a
-      relatively new specification.  The hope was that the Subversion
-      server module (<command>mod_dav_svn</command>) would eventually
-      evolve into an open-source DeltaV reference implementation.
-      Unfortunately, DeltaV has a very specific versioning model that
-      doesn't quite line up with Subversion's model.  Some concepts
-      were mappable, others were not.</para>
-
-    <para>What does this mean, then?</para>
-
-    <para>First, the Subversion client is not a fully-implemented
-      DeltaV client.  It needs certain types of things from the server
-      that DeltaV itself cannot provide, and thus is largely dependent
-      on a number of Subversion-specific
-      HTTP <literal>REPORT</literal> requests that
-      only <command>mod_dav_svn</command> understands.</para>
-
-    <para>Second, <command>mod_dav_svn</command> is not a
-      fully-realized DeltaV server.  Many portions of the DeltaV
-      specification were irrelevant to Subversion, and thus left
-      unimplemented.</para>
-
-    <para>There is still some debate in the developer community as to
-      whether or not it's worthwhile to remedy either of these
-      situations.  It's fairly unrealistic to change Subversion's
-      design to match DeltaV, so there's probably no way the client
-      can ever learn to get everything it needs from a general DeltaV
-      server.  On the other hand,
-      <command>mod_dav_svn</command> <emphasis>could</emphasis> be
-      further developed to implement all of DeltaV, but it's hard to
-      find motivation to do so—there are almost no DeltaV
-      clients to interoperate with.</para>
+    <para><firstterm>DAV</firstterm> é uma sigla em inglês para
+      <quote>Versionamento e Autoração Distribuída</quote>.  A RFC 2518
+      define um conjunto de conceitos e métodos de extensão relacionados
+      a HTTP 1.1 que transformam a web em uma mídia mais universal de
+      leitura e escrita.  A idéia básica é que um servidor web que siga
+      o padrão WebDAV pode agir como um servidor de arquivos genérico;
+      os clientes podem <quote>montar</quote> pastas compartilhadas
+      sobre HTTP que se comportem como qualquer outro sistema de
+      arquivos de rede (como NFS ou SMB.)</para>
+
+    <para>O problema, porém, é que apesar do acrônimo, a especificação
+      RFC atualmente não descreve qualquer forma de controle de versão.
+      Clientes básicos de WebDAC e servidores assumem apenas uma versão
+      para cada arquivo ou diretório existente, e podem ser
+      repetidamente sobrescritos.</para>
+
+    <para>Devido a RFC 2518 não contemplar conceitos de versionamento,
+      outro comitê tomou para si a responsabilidade de escrever a RFC
+      3253 alguns anos depois.  A nova RFC adiciona conceitos de
+      versionamento ao WebDAV, fazendo valer o significado do
+      <quote>V</quote> em <quote>DAV</quote>—daí o termo
+      <quote>DeltaV</quote>.  Clientes e servidores WebDAV/DeltaV quase
+      sempre são apenas chamados de programas <quote>DeltaV</quote>, uma
+      vez que DeltaV implica na existência de WebDAV básico.</para>
+
+    <para>O padrão WebDAV original tem sido largamente usado com
+      sucesso.  Cada sistema operacional de computadores modernos tem
+      uma implementação interna de um cliente WebDAV (mais detalhes a
+      seguir), e diversas aplicações indepentendes populares também são
+      capazes de se comunicar em WebDAV—como o Microsoft Office,
+      Dreamweaver, e Photoshop para relacionar apenas algumas.  No lado
+      do servidor, o servidor web Apache tem capacidade de oferecer
+      serviços WebDAC desde 1998 e é considerado o padrão open-source
+      <quote>de-facto</quote>.  Há outros servidores WebDAV disponíveis,
+      incluindo o próprio IIS da Microsoft.</para>
+
+    <para>Já o DeltaV, infelizmente, não tem sido tão bem sucedido.  É
+      muito difícil de encontrar clientes ou servidores DeltaV.  Os
+      poucos que existem são produtos comerciais relativamente
+      desconhecidos, e assim é muito difícil testar interoperabilidade.
+      Não é totalmente claro o porquê de que o DeltaV permanece
+      estagnado.  Alguns argumentam apenas que a especificação é muito
+      complexa, já outros dizem que apesar de os recursos do WebDAV
+      terem apelo maciço (ao menos para usuários técnicos que apreciem
+      compartilhamento de arquivos em rede), recursos de controle de
+      versão não são interessantes ou mesmo necessários para a maioria
+      dos usuários.  Finalmente, alguns ainda consideram que o DeltaV
+      permanece impopular porque ainda não há um servidor como produto
+      open-source que o implemente tão bem.</para>
+
+    <para>Ainda que o Subversion ainda esteja em fase de
+      desenvolvimento, parece uma grande idéia usar o Apache como
+      servidor de rede.  Ele já possui um módulo para prover serviços
+      WebDAV.  DeltaV era uma especificação relativamente nova.  A
+      esperança era que o módulo servidor do Subversion (o
+      <command>mod_dav_svn</command>) pudesse eventualmente evoluir para
+      uma implementação open-source de referência DeltaV.  Infelizmente,
+      o DeltaV tem um modelo de versionamento muito específico que não é
+      exatamente adequado ao modelo do Subversion.  Alguns conceitos
+      foram mapeados, mas outros não.</para>
+
+    <para>Mas então, o que isto significa?</para>
+
+    <para>Primeiro, o cliente Subversion não é uma implementação
+      completa de um cliente DeltaV.  Ele precisa de algumas certas
+      coisas do servidor que o DeltaV em si não pode prover, e assim
+      ele é altamente dependente de diversas requisições HTTP
+      <literal>REPORT</literal> específicas para o Subversion que apenas
+      o <command>mod_dav_svn</command> pode entender.</para>
+
+    <para>Segundo, o <command>mod_dav_svn</command> também não é um
+      servidor DeltaV completamente implementado.  Muitas partes da
+      especificação DeltaV eram irrelevantes para o Subversion, e assim
+      simplesmente não foram implementadas.</para>
+
+    <para>Ainda há um certo debate na comunidade de desenvolvedores se
+      ainda é ou não adequado preocupar-se em tentar remediar estas
+      situações.  É quase impensável alterar-se o projeto do Subversion
+      para corresponder à especificação DeltaV, então provavelmente não
+      há nada que que um cliente não pode aprender para ter tudo o que
+      precisa de um servidor DeltaV.  Por outro lado, o
+      <command>mod_dav_svn</command> <emphasis>poderia</emphasis> ser
+      desenvolvido para implementar tudo do DeltaV, mas é difícil
+      encontrar motivação para fazê-lo—não há muitos clientes
+      DeltaV com os quais se possa comunicar.</para>

    </sect1>



More information about the svn-pt_br mailing list