[svnbook-pt-br commit] r223 - trunk/book

codesite-noreply at google.com codesite-noreply at google.com
Sun Oct 26 21:39:47 CDT 2008


Author: valeriow
Date: Sun Oct 26 19:38:51 2008
New Revision: 223

Modified:
    trunk/book/ch05-repository-admin.xml

Log:
Alterações para que o texto não exceda a coluna 80.

Modified: trunk/book/ch05-repository-admin.xml
==============================================================================
--- trunk/book/ch05-repository-admin.xml	(original)
+++ trunk/book/ch05-repository-admin.xml	Sun Oct 26 19:38:51 2008
@@ -5,13 +5,13 @@
        estão sendo versionados. Assim, ele se transforma num candidato
        óbvio para receber todo amor e atenção que um administrador pode  
oferecer.
        Embora o repositório seja geralmente um item de baixa manutenção,
-      é importante entender como configurar e cuidar apropriadamente para  
que problemas
-      potenciais sejam evitados, e problemas eventuais sejam resolvidos de  
maneira
-      segura.</para>
-
-  <para>Neste capítulo, vamos discutir sobre como criar e configurar um  
repositório
-      Subversion. Vamos falar também sobre manutenção, dando exemplos de
-      como e quando usar as ferramentas <command>svnlook</command> e
+      é importante entender como configurar e cuidar apropriadamente para  
que
+      problemas potenciais sejam evitados, e problemas eventuais sejam
+      resolvidos de maneira segura.</para>
+
+  <para>Neste capítulo, vamos discutir sobre como criar e configurar um
+  	  repositório Subversion. Vamos falar também sobre manutenção, dando
+  	  exemplos de como e quando usar as ferramentas  
<command>svnlook</command> e
        <command>svnadmin</command> providas pelo Subversion. Vamos apontar
        alguns questionamentos e erros, e dar algumas sugestões sobre como
        organizar seus dados em um repositório.</para>
@@ -75,19 +75,22 @@
        <varlistentry>
          <term>conf</term>
          <listitem>
-          <para>Um diretório contendo arquivos de configuração do  
repositório.</para>
+          <para>Um diretório contendo arquivos de configuração do  
repositório.
+          </para>
          </listitem>
        </varlistentry>
        <varlistentry>
          <term>dav</term>
          <listitem>
-          <para>Um diretório onde ficam os arquivos usados pelo  
mod_dav_svn.</para>
+          <para>Um diretório onde ficam os arquivos usados pelo  
mod_dav_svn.
+          </para>
          </listitem>
        </varlistentry>
        <varlistentry>
          <term>db</term>
          <listitem>
-          <para>Local onde são armazenados todos os seus dados  
versionados.</para>
+          <para>Local onde são armazenados todos os seus dados versionados.
+          </para>
          </listitem>
        </varlistentry>
        <varlistentry>
@@ -122,9 +125,9 @@

      <para>É claro que, quando acessado por meio das bibliotecas do  
Subversion,
  	essa estranha coleção de arquivos e diretórios de repente
-	torna-se uma implementação de um sistema de arquivos virtual, versionável  
e completo,
-	com gatilhos de eventos personalizáveis. Este sistema de arquivos
-	tem o seu próprio entendimento sobre diretórios e arquivos, muito
+	torna-se uma implementação de um sistema de arquivos virtual, versionável
+	e completo,	com gatilhos de eventos personalizáveis. Este sistema de
+	arquivos tem o seu próprio entendimento sobre diretórios e arquivos, muito
  	semelhante aos conceitos usados em sistemas de arquivos
  	reais (como NTFS, FAT32, ext3, e assim por diante). Mas
  	este é um sistema de arquivos especial—ele controla
@@ -144,10 +147,9 @@
        repositório Subversion e as tecnologias nas quais ele se baseia,
        criá-lo e configurá-lo são tarefas bastante naturais.
        Existem algumas decisões preliminares que você
-      precisará tomar, mas o trabalho necessário para fazer alguma  
configuração no
-      repositório Subversion é muito simples, tendendo a
-      repetição mecânica a medida que você começa a configurar várias
-      dessas coisas.</para>
+      precisará tomar, mas o trabalho necessário para fazer alguma  
configuração
+      no repositório Subversion é muito simples, tendendo a repetição  
mecânica a
+      medida que você começa a configurar várias dessas coisas.</para>

      <para>Algumas coisas que você precisará considerar logo no início  
são:</para>

@@ -165,8 +167,8 @@
            você irá precisar?</para>
        </listitem>
        <listitem>
-        <para>Qual tipo de armazenamento de dados, entre os disponíveis,  
você irá
-          utilizar?</para>
+        <para>Qual tipo de armazenamento de dados, entre os disponíveis,  
você
+          irá utilizar?</para>
        </listitem>
      </itemizedlist>

@@ -179,15 +181,15 @@

        <para>Embora o Subversion permita que você mova arquivos
        	e diretórios versionados sem qualquer perda de informação, e até  
mesmo
-      	provê meios de mover conjuntos inteiros de eventos históricos  
versionados
-      	de um repositório para outro, fazer isso pode atrapalhar  
significativamente o
-      	fluxo de trabalho daqueles que acessam o repositório frequentemente  
e
-      	esperam que algumas coisas estejam em certos lugares. Então antes
-      	de criar um novo repositório, tente olhar um pouco para o futuro;  
pense
-      	a diante antes de colocar seus dados no controle de versão.  
Planejando
-      	conscientemente o <quote>leiaute</quote> do repositório, ou  
repositórios,
-      	e seu conteúdo versionado antes do tempo, você pode previnir muitas
-      	dores-de-cabeça futuras.</para>
+      	provê meios de mover conjuntos inteiros de eventos históricos
+      	versionados	de um repositório para outro, fazer isso pode atrapalhar
+      	significativamente o fluxo de trabalho daqueles que acessam o
+      	repositório frequentemente e esperam que algumas coisas estejam em
+      	certos lugares. Então antes	de criar um novo repositório, tente  
olhar um
+      	pouco para o futuro; pense a diante antes de colocar seus dados no
+      	controle de versão. Planejando conscientemente o  
<quote>leiaute</quote>
+      	do repositório, ou repositórios, e seu conteúdo versionado antes do
+      	tempo, você pode previnir muitas dores-de-cabeça futuras.</para>

        <para>Vamos assumir que como administrador de repositório você será
        	responsável pelo suporte do sistema de controle de versões para v
@@ -208,16 +210,16 @@
        	diferentes projetos podem ter diferentes requisitos em termos de
        	gatilhos de eventos, como por exemplo a necessidade de enviar
        	notificações de submissão para diferentes listas de e-mail, ou ter
-      	diferentes definições sobre o que constitui uma sumissão correta. É  
claro
-      	que eles não são problemas insuperáveis—somente significa que
-      	todos os seus scripts de gatilho devem ser sensíveis ao leiaute
+      	diferentes definições sobre o que constitui uma sumissão correta.
+      	É claro	que eles não são problemas insuperáveis—somente  
significa
+      	que	todos os seus scripts de gatilho devem ser sensíveis ao leiaute
        	do seu repositório ao invés de assumir que todo o repositório está
        	assoicado com um único grupo de pessoas. Além disso, lembre-se que
        	o Subversion usa números de revisão globais com relação ao  
repositório.
-      	Muito embora esses números não tenham particularmente nenhum poder  
mágico,
-      	algumas pessoas continuam não gostando do fato de que mesmo que não  
haja
-      	modificações no seu projeto recentemente o número de revisão  
continua
-      	sendo incrementado porque outros projetos continuam adicionando
+      	Muito embora esses números não tenham particularmente nenhum poder
+      	mágico,	algumas pessoas continuam não gostando do fato de que mesmo  
que
+      	não hajam modificações no seu projeto recentemente o número de  
revisão
+      	continua sendo incrementado porque outros projetos continuam  
adicionando
        	novas revisões.
          <footnote>
            <para>Quer seja baseado na ignorância ou em fracos conceitos
@@ -231,26 +233,28 @@
        <para>Uma abordagem meio termo pode ser utilizada também. Por  
exemplo,
        	projetos podem ser agrupados pela forma como eles se relacionam  
entre si.
        	Você pode ter alguns poucos repositórios com um punhado de projetos
-      	em cada um deles. Dessa forma, projetos nos quais é desejável o  
compartilhamento
-      	de dados podem fazê-lo facilmente, e quando novas revisões são  
adicionadas
-      	ao repositório, os desenvolvedores saberão que essas revisões são no
-      	mínimo remotamente relacionadas com todos que usam esse  
repositório.</para>
+      	em cada um deles. Dessa forma, projetos nos quais é desejável o
+      	compartilhamento de dados podem fazê-lo facilmente, e quando novas
+      	revisões são adicionadas ao repositório, os desenvolvedores saberão  
que
+      	essas revisões são no mínimo remotamente relacionadas com todos que  
usam
+      	esse repositório.</para>

        <para>Depois de decidir como organizar seus projetos com relação
        	aos repositórios você irá provavelmente pensar sobre a hierarquia
        	de diretórios lá dentro. Como o Subversion utiliza cópias comuns
        	de diretórios para ramificações  
(<foreignphrase>branches</foreignphrase>)
-      	e rótulos (<foreignphrase>tags</foreignphrase>) (veja <xref  
linkend="svn.branchmerge"/>),
-      	a comunidade recomenda que você escolha uma localização para cada
-      	<firstterm>raiz de projeto</firstterm>—o <quote>mais  
alto</quote>
-      	diretório que irá conter dados relacionados com o projeto—e  
então
-      	criar três subdiretórios abaixo desse raiz:
+      	e rótulos (<foreignphrase>tags</foreignphrase>)
+      	(veja <xref linkend="svn.branchmerge"/>), a comunidade recomenda que
+      	você escolha uma localização para cada 	<firstterm>raiz de  
projeto</firstterm>—
+      	o <quote>mais alto</quote> diretório que irá conter dados  
relacionados
+      	com o projeto—e então	criar três subdiretórios abaixo desse  
raiz:
          <filename>trunk</filename>, o diretório no qual o desenvolvimento
          principal do projeto ocorre;
-        <filename>branches</filename>, diretório no podem ser criados  
vários ramos
-        da linha principal de desenvolvimento;
-        <filename>tags</filename>, diretório que poderá conter uma coleção  
instantâneos de árvores
-        de diretório que são criados, e possivelmente destroídos, mas  
nunca alterados.
+        <filename>branches</filename>, diretório no podem ser criados  
vários
+        ramos da linha principal de desenvolvimento;
+        <filename>tags</filename>, diretório que poderá conter uma coleção
+        instantâneos de árvores de diretório que são criados, e  
possivelmente
+        destroídos, mas nunca alterados.
          <footnote>
            <para>O trio <filename>trunk</filename>,  
<filename>tags</filename>,
              and <filename>branches</filename> são muitas vezes chamados de


More information about the svn-pt_br mailing list